El Gea

Pneumonia Asiática (II).

Por o Terapeuta Michel Kallas.


Equipamento de Aventura

Equipamento de Sobrevivência

Montanhismo e Escalada

Esportes Radicais e Tradicionais

Viagens e serviços para turistas

Equipamento de Fotografia e Vídeo

Mapas, Cartografia e Guias

Motivaçao e espiritualidade

Sáude Natural

Arte e Artesanatos

Ecologia e Jardinagem

Leilões, compra e venda

Peças de reposição para Veículos

Trabalhos ou Empregos?

Chamei de ação purificadora ao processo de eliminação das toxinas solidificadas. Quando se contrai uma gripe, o primeiro sinal é a febre. A Natureza serve-se da febre para dissolver e liqüefazer as toxinas, a fim de facilitar a sua excreção. Essas toxinas liqüefeitas infiltram-se imediatamente nos pulmões, de um modo verdadeiramente misterioso. Isso se torna mais evidente quando estimulamos o correto funcionamento do sistema imunológico de uma pessoa e as defesas naturais do proprio organismo entram em ação. Dissolvidas, as toxinas se infiltram imediatamente nos pulmões, atravessando até mesmo músculos e ossos. Se a gripe dissolver as toxinas solidificadas de uma ou duas áreas do organismo, os sintomas serão leves. Mas quanto maior o número de áreas, mais pesada será a purificação. É assim que um resfriado inicialmente leve pode transformar-se numa gripe muito forte.

Depois de liqüefeitas, as toxinas mais delgadas podem ser eliminadas imediatamente dos pulmões. As mais grossas, ali estacionam temporariamente, aguardando o bombeamento mais enérgico da tosse, para serem expelidas. A tosse expele o catarro da mesma maneira como o espirro expele o muco nasal. De modo análogo, as dores de cabeça, de garganta, a otite, amigdalite, dores nas juntas dos pés e das mãos, nas virilhas, etc. são sintomas de que as toxinas que estavam solidificadas nessas áreas se dissolveram e começaram a movimentar-se procurando uma saída, irritando, conseqüentemente, o sistema nervoso. Também aqui as toxinas liqüefeitas podem ser grossas ou delgadas. As grossas se transformam em catarro, muco, diarréia, etc.; as mais delgadas são eliminadas sob forma de suor ou urina.

Assim, a ação purificadora se processa de maneira lógica e natural. Admirável técnica do Criador! Não é possível que Deus, tendo criado o homem, lhe dê sofrimentos que o atormentem e impeçam as suas atividades. O ser humano foi criado para ter sempre saúde. Com suas idéias errôneas, porém, o homem criou toxinas e as acumulou. Por isso, surgiu a necessidade de eliminá-las, ou seja, a doença. Quando se permite que a gripe siga o seu curso natural sem opor-lhe nenhum tratamento, a purificação é perfeita e a recuperação é normal, aumentando a saúde do indivíduo. Portanto, o homem pode contrair gripes com a maior freqüência possível, porque assim poderá cortar pela raiz moléstias contagiosas como a pneumonia ou a tuberculose.

Mas, estranhamente, não se sabe porquê nem quando, a humanidade interpretou a purificação ao contrário e, desde então, quando contrai uma doença, faz tudo o que pode para tolher a purificação.





El Buscador para los amantes de la vida al Aire Libre © - Andinia.com ©